Kelly Slater está acabado…será?

Um dos mais conceituados jornalistas especializados em surf do mundo, o australiano Steve Shearer, deu uma declaração polêmica, mas de certa forma óbvia a um jornal lusitano.

O ponto mais importante da entrevista foi a declaração sobre o futuro do surf mundial, deixando um pouco de lado a expectativa sobre quem será o campeão mundial deste ano, no qual tem um conterrâneo na disputa: Mick Fanning.

A primeira questão foi básica, perguntando qual foi o momento mais importante da temporada até então. Shearer falou sobre o ataque de tubarão que Mick Fanning sofreu na etapa de J-Bay, mas escolheu o duelo entre Gabriel Medina e a lenda americana Kelly Slater, na etapa de Bells Beach: Medina venceu por uma pequena margem, mas houve tanta emoção e tensão naquele duelo; e a constatação final de que Slater está acabado e Medina é o futuro.

Levando pelo lado estatístico, Shearer está certo. O máximo que o campeão mundial conseguiu nesta temporada foi um terceiro lugar em J-Bay, na África do Sul. A última etapa vencida por Slater foi no Hawaii em 2013, amargando desde então um jejum de vinte e uma etapas. Já Medina vem cada vez mais ascendendo e mostrando potencial, apesar de já ser o atual campeão mundial. Desde 2014, o brasileiro já conquistou quatro etapas e terminou outras trás no pódio.

Outro fato que gerou surpresa na entrevista de Shearer foi a resposta sobre quem ele quer ver campeão no fim da temporada: Gabriel Medina. Pouco importa se ele tem um compatriota na disputa e como favorito ao título. Espero que Medina ganhe, mas ele pode ter começado a sua corrida tarde demais.

Será que o legado de Slater chegou ao fim? Medina assume o trono?